terça-feira, junho 07, 2011

Patetices.

Na final da Liga Europa, Rolando exibiu a bandeira de Cabo Verde - terra onde nasceu. Apareceram por aí umas luminárias a criticar o moço. E eu fiquei estupefacto! Se criticassem o chapéu colombiano do Guarín ou a bandeira argentina do Belluschi, talvez ainda percebesse (e, vai daí, também não percebia); agora, criticar alguém que exibe a bandeira de um país umbilicalmente ligado ao nosso, não consigo, não posso e não quero aceitar. Gente pequena, mesquinha e complexada. Ao contrário do que julgam, são tudo menos patriotas: são apenas palermas.

2 Comentários:

Às 5:16 da tarde , Blogger Pedro Coimbra disse...

E o Rolando nasceu em.....em....Cabo Verde!!
Mostrou a banderia de .....Cabo Verde.
Que coisa horrível!!
Fazer o quê?
Parvoíce ainda não paga imposto.
Se pagasse, não havia crise que resistisse!

 
Às 5:35 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Palermas é pouco! São perfeitos idiotas e nem percebem a triste figura que fazem.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial