sábado, novembro 06, 2010

Monhé...

Um sujeito engravatado entra na lojinha do Abdul, no Martim Moniz, em Lisboa,  e olha com desprezo para o balcão escuro, as roupas penduradas em ganchos,  as caixas de papelão, os  invólucros de plástico aos montes pelo chão...
Abdul irrita-se com o desprezo do tipo e resmunga:
- Está a olhar para a loja do Abdul com cara de parvo porquê? Com esta lojinha,  Abdul tem apartamento no Cascais, tem apartamento no Algarve, tem casa no  Chiado, tem quinta no campo, tem filho a estudar medicina nos Estados  Unidos,  tem filha estudando moda em Paris. Tudo só com lojinha!
- Bom dia, eu sou fiscal das Finanças!
- Muito prazer! Eu, Abdul,  monhé mais mentiroso do Martim Moniz...

7 Comentários:

Às 4:05 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

não é de admirar, este país está bom para os espertos... há crise, mas o povão anda na mesma em brutos carros... a prestações, claro... kota

 
Às 9:47 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

Muito bem apanhada! O que não falta em Portugal é gente como este...Monhé. Abraço

 
Às 9:56 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

Já me ri com esta posta, mas de Monhés destes estamos cheios por este Mundo fora. Bfs

 
Às 10:03 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

È só aldrabões, o que não admira, neste Portugal actual. Faz lembrar os presidentes de Camâra (e não só) que ganham 2500 euros e tem tudo o que tem o dito "Monhé".

 
Às 10:30 da manhã , Blogger VICI disse...

Sinceramente, tendo em conta a leviandade com que os políticos tratam os dinheiros públicos, acho que toda a gente devia fazer como o Abdul... Bom FDS!

 
Às 12:00 da manhã , Blogger Pedro Coimbra disse...

LOL
Abdul ao poder!!!

 
Às 12:39 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

Concordo plenamente que deviam haver muitos mais como o Abdul..Eu próprio se pudesse e tivesse bens faria o mesmo...Bfs

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial