quinta-feira, abril 26, 2012

Pontapé, the man who solved problems

Hola!
Era Português e falava Chinês. Não era advogado, engenheiro, gestor, arquitecto. Não trabalhava no tribunal nem era jornalista. Era sobretudo amigo do seu amigo. Qualquer que fosse a hora ou o dia da semana estava sempre pronto para ajudar, com um piropo ou uma frase que só alguns predestinados podem e sabem dizer. Tinha uma forma muito própria de se expressar. Aquela ginga própria de quem nasceu e cresceu num dos bairros típicos de Lisboa. Veio de férias e ficou por cá. Aliás, da mesma forma que todos nós andamos por cá: de férias. As dele, nesta vida, acabaram hoje, tragicamente. Repentinamente. Cedo.
Onde quer que ande, estará a rir. Foi sempre assim que conheci o Luís, aliás, o Pontapé, the man who solved problems. Que grande pontapé me deu hoje.
Que te vaya bien!

2 Comentários:

Às 2:19 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

È assim a vida..de vez em qd prega partidas, e qd se é jovem custa sempre mais..Quem quer que seja descanse em paz. Abraço

 
Às 2:51 da tarde , Blogger VICI disse...

Que descanse em paz.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial