quinta-feira, dezembro 30, 2010

É ou não é?

O pouco que tenho seguido dos debates presidenciais não me dissipou uma dúvida, que se traduz numa pergunta muito simples e directa: é ou não verdade que Manuel Alegre desertou do exército português, fugiu para Argel e através da rádio denunciava as posições militares portuguesas e colaborava com os nossos opositores, contribuindo para a morte de militares portugueses? Ora, a ser verdade, apesar de não ter ido parar à choldra, também não pode estar ao leme de uma nação que atraiçoou - se bem que isso, como é consabido, não constituiu entrave no passado recente. Mas isto, claro, a ser verdade o que dele se diz. Façam lá o favor de lhe colocar a questão. Estou ansioso por ouvir a resposta. Aproveitem e peçam ao Jorge Palma para ser ele a fazer a pergunta. Não há nada como estar por dentro do assunto.

6 Comentários:

Às 6:11 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

é!

 
Às 6:45 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

pois é!

 
Às 10:11 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

O Manuel Alegre é mais "Pateta Alegre". Ontem no debate com C.Silva, não disse nada de geito!

 
Às 10:32 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

nem de "geito" nem de jeito.

 
Às 11:19 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

Não há jeito nenhum...

 
Às 4:40 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

a única coisa que alegre sempre soube fazer é escrever canções... na politica sempre foi e é um desastre.... já se esqueceram dele como ministro... a memória é curta, quando se quer eleger mais um incompetente.
kota, não elejam senão lá se vão as canções bem fixes!!!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial