quinta-feira, janeiro 27, 2011

Onde todos querem chegar mas ninguém quer ser

Hola!
Habituei-me a ouvir que velho é aquela condição que ninguém quer ter mas a que todos querem chegar.
Quando vejo um dos obreiros desta terra abençoada sabe-se lá por quem a fazer figuras no mínimo insólitas em frente às câmaras de televisão da Região vizinha, só me apetece beber mais umas copázias e dar umas valentes passas no paivante que me acompanha diariamente por forma a adiantar o destino. Chegar a e ser velho, depois de ter uma vida cheia de peripécias, mulheres, filhos, estórias, deve ser uma coisa engraçada. Eh pá, mas não me lixem com "F" maiúsculo: se vier a ser velho, quero viver essa condição com toda a dignidade. De uma coisa estou convicto (de acordo com o novo Acordo é "convito" que também pode significar, com o Vitó): não terei os problemas do quase noventão senhor.
Que te vaya bien!

6 Comentários:

Às 1:54 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

A consoante neste caso é articulada, não é muda e por isso vai manter-se. Pode continuar "convicto" de tudo o que quiser :)

 
Às 2:53 da tarde , Blogger Pedro Coimbra disse...

Dá dó ver Stanley Ho a passar por estas figuras.
Não acredito que esteja consciente do que se está a passar.
Espero que não esteja.

 
Às 7:18 da tarde , Blogger VICI disse...

Quando tivermos 90 (ou nasventas!), ainda aí estaremos para as curvas... ;)

 
Às 9:07 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

O titulo diz tudo!

 
Às 11:19 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

È o resultado de existir tanto dinheiro! Pobre homem, que agora precisava era de descanso de amor e carinho...

 
Às 11:21 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Queria ver se o homem desse o dinheiro todo a instituições de caridade!!!!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial