quarta-feira, novembro 16, 2011

Do 8 ao 80 ou do 0-0 ao 6-2

Hola!
Depois de uma campanha que obrigou a selecção a ir à liguilla dos segundos, eis que surge um CR7 e um Nani a mostrarem que fazem a diferença com a camisola das quinas vestida, nem que seja quando estão para aí virados.
De um dia para o outro, e seis golos depois, a selecção portuguesa de futebol passou a ser outra vez a melhor do Mundo, Via Láctea e arrabaldes e escapou a um buraco negro com dimensões cósmicas.
Sem dúvida que têm qualidade para estar no Euro. No entanto, daí à histeria estratosférica da comunicação social portuguesa vai um passo do tamanho do Gigante de Moçambique.
Paulo Bento, futuro treinador do Futebol Clube do Porto, deixou de ser, por alguns meses, é certo, uma espada em cima da cabeça do Vítor Tá. Diz mesmo que se ouviram foguetes na Rua 2 da bonita cidade de Espinho depois da goleada de ontem na Catedral da Luz!
Que te vaya bien!

3 Comentários:

Às 5:08 da tarde , Blogger Pedro Coimbra disse...

As declarações do Paulo Bento (quer o futuro resolvido), significam o quê?
Quer passar o Natal no Porto?

 
Às 5:44 da tarde , Blogger Hugo disse...

Estamos numa segunda linha europeia atrás da Espanha, Alemanha e talvez a Itália, pelo que não somos favoritos a nada.
Agora até o Euro começar, vamos levar com os histerismos da comunicação social que vão exigir a taça e provavelmente até o Passos Coelho virá a público dar o seu bitaite.
Acho que a rua do Vitor Tá é a rua 17...

 
Às 6:27 da tarde , Blogger VICI disse...

Não concordo. É pena que este tipo de leitura crítica só surja relativamente à selecção, que deveria ser motivo de orgulho e união, e não de cegueira crítica. A selecção nunca foi a pior e não será hoje a melhor. Exageros da comunicação social, sempre os houve. Não vejo por que é que agora haveria de ser diferente.

E, em Espinho, nestas alturas, os únicos foguetes que se ouvem são os de celebração pelo apuramento: não há lá leituras desnecessárias sobre treinadores de clubes (os quais, em face da selecção que representa o país, são coisa de pouca monta).

Mai'nada! ;)

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial