sexta-feira, novembro 12, 2010

O maluco que acenava


A zona do Saldanha perdeu encanto com a morte deste maduro que, como todos nós, tinha uma grande pancada!

5 Comentários:

Às 6:26 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Uma pancada saudável! Assim fossem todas! Abraço

 
Às 6:56 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

seria panca ou uma grande solidão e isolamento de quem não tinha ninguém, era uma forma de ter amigos... repouse em paz!
kota

 
Às 9:29 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Este Senhor deixou aos outros algo que hoje não se usa..e que não tem preço, a simpatia e um gesto agradável, que nada tem de estranho. Hoje o que estamos habituados é a não cumprimentar nem os vizinhos, e a estarmos cada vez mais isolados. Paz à sua alma!

 
Às 9:41 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Li uma reportagem que este Senhor deu ao DN em 2003, que achei uma ternura.Foi um homem mt rico. Teve uma vida cheia e feliz (nas suas palavras)O adeus (segundo ele) era uma forma de se entreter e disfarçar a solidão em que ficou depois da morte da mãe com quem vivia..

 
Às 8:31 da tarde , Anonymous pedro china disse...

nao conheco nem nunca vi este homem...aida tem o site desta entrevista?

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial