sexta-feira, março 18, 2011

O desastre japonês.

Parece que só agora com o desastre japonês se perceberam os riscos da indústria nuclear. Ora, se queremos indústria de grande produção e todas as mordomias da vida moderna, não há grandes opções energéticas alternativas ao nuclear e ao petróleo (em termos de rentabilidade e produtividade). A questão é que há que perguntar a todos e cada um de nós: querem abdicar das vossas mordomias ou preferem ter centrais nucleares em funcionamento? Se forem construídas à porta dos vizinhos, esta é pergunta de resposta fácil, pois, como dizem os brasileiros, “pimenta no cu dos outros é refresco”. Mas... e se o forem à porta das nossas casas? Ainda assim, a avaliar pela irreal sobranceria que tenho encontrado nos discursos dos politiqueiros de serviço, desconfio que a resposta àquela pergunta não será unânime...

2 Comentários:

Às 7:18 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Tem toda a razão..

 
Às 8:47 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

100% de acordo! Sem dúvida uma posta para refletir. Abraço

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial