sexta-feira, março 18, 2011

O sal da vida.

Tendo em consideração a rapidez com que o sal desaparece das prateleiras dos supermercados da região, quer parecer-me que os ataques cardíacos que se seguirão vão ser mais fulminantes do que o rebentamento de uma ogiva nuclear em pleno Real Senado.

2 Comentários:

Às 4:47 da tarde , Blogger Pedro Coimbra disse...

E com a malta a cantar o O "Sale" Mio :))
Não há cu que aguente!!!

 
Às 9:35 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Boa piada.....

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial