sábado, maio 31, 2008

Olhos nos olhos.

Palavras para quê? Maria a cantar Chico para alegrar o FDS...

vá para fora (da lei) cá dentro

o jtm, que surpreende (pela positiva) a cada dia que passa, traz hoje à estampa uma notícia interessante e plena de oportunidade.
a lei é uma estrada com bermas muito distantes uma da outra. e há quem goste de conduzir junto a elas.
aqui no burgo, nem vale a pena falar, e disso se aproveitam povos ornamentados de motivos venezianos.
por falar em veneza, reza a história que entre 166-168 os quadi e os marcomanni aniquilaram o centro da cidade, hoje ordezo. há também relatos de que, na alvorada do século V, os visigodos, e, cinco décadas depois, os hunos (comandados por átila) conseguiram levar de vencido o império romano.
do século IX ao século XII veneza desenvolveu-se e tornou-se numa cidade estado. em grego: Θαλασσα.
em pleno século XV começa a decadência de veneza quando tentam combater os turcos (à atenção da selecção das quinas).
será que não percebem que a história se repete amiúde? um conselho para os modernos venezianos: que tal começarem por ler kierkegaard, nietzsche, heidegger ou gilles deleuze. se conseguirem, claro!

sexta-feira, maio 30, 2008

Tribo.





Perante as investidas que todos os dias devastam a selva amazónica, o que pensam que irá acontecer a esta tribo?

Estou em crer que os tempos de tranquilidade estão prestes a acabar...

sharonadas ou a ternura dos 50

não sei, nem quero saber, se a sharon stone alguma vez veio à china.
mas só encontro duas explicações para as declarações da senhora que ostenta o título de "abertura de pernas mais famosa do cinema" de que o terramoto é um castigo para a política da china: (1) cocaína a mais ou (2) idade avançada.
ou será que podemos também concluir, seguindo a linha de raciocínio da sharon, que os desastres naturais que acontecem na terra dela, são também um castigo para a política do inimputável george w. bush?
ah, já veio pedir desculpa... o que, atendendo ao comportamento, me leva a optar pela hipótese (1)...


quinta-feira, maio 29, 2008

a malapata dos penalties

hoje, na melhor página do jornal tribuna de macau, aquela que fica imediatamente antes da programação televisiva, vem à estampa uma revelação curiosa feita ao tablóide "the sun" pelo empresário de futebol pedro campane, de que passo a citar o título:
"Ex-namorado diz que Nereira é insaciável na cama."
será que reside aí a razão para a recente falta de pontaria do número 7 das quinas na marcação de grandes penalidades?

Indiana Jones na Torre de Macau

Este filme encontra-se em exibicão na Torre de Macau. Para toda a gente com mais ou menos a minha idade (mais 10 anos menos 10 anos) penso tratar-se de um acontecimento. A mim e penso que a muita gente a saga marcou a nossa infância/adolescência e creio que não houve ninguém a quem, vendo este filme enquanto miudo nao lhe passasse pela cabeça seguir os passos deste professor de arqueologia e passar o resto da vida em busca de tesouros e segredos. O meu comentário ao filme (apesar de ainda não o ter visto) está aqui
Abraço!

quarta-feira, maio 28, 2008

petição que vale a pena

"To: TVI

Mais uma vez se aproxima o Verão e sendo ano par, temos a certeza que vai ser um Verão cheio de futebol e alegria!

Este ano temos o Campeonato Europeu com a capacidade de podermos ir mais longe que no último. Pelo menos é esse o desejo de todos os portugueses.

Sabemos que os jogos da seleção serão transmitidos pela TVI, mas apesar de todo o brio a que os exímios profissionais desta estação nos habituaram, a nossa seleção merece um pouco mais.

Apenas pedimos que seja esse monstro do comentário em directo, que dá pelo nome de Gabriel Alves, a fazer o relato dos jogos das quinas. Todos nos lembramos da forma, no mínimo brilhante, como nos conduzia nos jogos de futebol, tornando o mais aborrecido dos encontros numa incursao ao maravilhoso mundo do futebol espectáculo.

Nós, tal como muitos, podemos afirmar, que se hoje sabemos apreciar um jogo de futebol é a Gabriel Alves que o devemos.

Assinem esta petição para que a TVI o convide a comentar os jogos da seleção nesta grande aventura que será sem dúvida o Euro 2008.

Precisamos de algo mais e o país deve isso a este monstro, mais que sagrado, do desporto nacional."


"corre na Net uma petição fundamental para o futuro do país. o que interessa o preço dos combustíveis ou a crise económica. queremos os jogos do Euro comentados por Gabriel Alves.


toca a clicar!

Relatório anual da Amnistia Internacional.

Estes gajos da Amnistia Internacional são uns intrometidos! Então não é que o relatório anual, que ora veio à tona, dá conta de atropelos aos direitos humanos no Zimbabwe, na China e na Rússia...

Quem diria...

terça-feira, maio 27, 2008

Soltas...

Actualmente, na Tuga, duas notas de destaque: o preço do petróleo e a cobertura exaustiva do estágio da selecção.

Quanto à primeira: os representantes da OPEP afirmam que o que não falta para aqueles lados é ouro negro* e que a especulação em torno do dólar é que é a verdadeira razão para a subida dos preços. A ser verdade, o que falta explicar é por que que o custo do petróleo em Portugal aumentou tanto, quando na verdade é o Euro que se tem valorizado exponencialmente ante o dólar...

Por outro lado, pululam os analistas, jornalistas, alfarrabistas e tasqueiros a opinar sobre o preço do petróleo (e, designadamente, sobre o aumento do preço da gasolina). Só ainda não percebi o seguinte: se for verdade que as reservas petrolíferas estão a esgotar-se, será que estes iluminados acham mesmo que o maior problema que nos preparamos para enfrentar é o preço da gasolina?...

Já no que concerne ao segundo: como sempre, em terra de fado, futebol e Fátima, parece que mais nada se passa no mundo para além das incidências da selecção em Viseu. Ora, haverá coisas bem piores. No entanto, o que me deixa deveras estupefacto, é o facto da malta toda andar a criticar a exaustiva cobertura jornalística, quando, em bom rigor, são os próprios pseudo-críticos que não falam de outra coisa. Ah, tugas do caraças...

* Já agora e por falar em ouro negro, fiquem com Raúl e Milo...

segunda-feira, maio 26, 2008

Marianne Puglia


Na imagem, uma jovem miss Venezuelana a invadir o campo de treinos da selecção de futebol da Itália.

Conta-se que os jogadores não terão ficado especialmente incomodados com a inopinada intromissão, tal como se pode comprovar nas faces de alguns dos elementos da equipa transalpina...

Disto não se lembra o Scolari! Nós temos o Jorge Mendes na comitiva, os italianos têm a Marianne. E ainda há dúvidas sobre os méritos dos actuais campeões do mundo. Isto sim é uma equipa tacticamente perfeita...

Roland Garros


Começou ontem o Roland Garros, um dos quatro Grand Slams e o único em piso lento, terra batida mais precisamente. Primeira nota e a mais importante deste primeiro dia a despedida de “Guga” dos courts. Uma despedida emocionante, primeiro porque aconteceu no torneio preferido do tenista brasileiro e onde arrecadou 3 títulos e depois porque foi o terminar de um longo calvário pelo qual passou nos ultimos 7 anos devido a duas lesões nos quadris seguidas de algumas operações e recuperações que nao deram em nada. Pela idade (ainda “só” tem 31 anos) e pela qualidade do seu ténis (ainda me recordo bem de ver ao vivo a sua vitória no Masters Cup de 2000 no Pavilhão Atlantico; nao tendo ganho o Agassi, o meu jogador preferido de sempre, ficou bem entregue o título ao melhor jogador brasileiro de todos os tempos) merecia alguns anos mais de sucesso.
Apesar de reconhecer que Wimbledon tem um carisma muito especial, o Open de Franca sempre me entusiamou particularmente. Quando jogava ténis treinava e jogava 70 % dos torneios em terra batida e além disso prefiria e continuo a preferir jogos dominados pela qualidade de fundo de court ao invés da qualidade no serviço seguido de uma rápida subida à rede. Gostos.
Este ano Federer tenta mais uma vez conquistar o único Grand Slam que lhe falta, mas eu irei torcer por Djokovic. Primeiro porque tenho acompanhado a carreira do jovem jogador Sérvio e tem-me agradado sobremaneira a sua consistência, a maturidade que já revela e o jogo diversificado que possui. Depois porque, apesar de nada ter contra o jogador Suíço, preferia que Agassi mantivesse o feito de ser um dos cinco jogadores de todos os tempos a conquistar os quatro torneios maiores sendo o único a conquistá-los em pisos diferentes.
Que haja grandes jogos como sempre é o que todos desejamos!!
Abraço!

sexta-feira, maio 23, 2008

Wine Lounge


Interessante a notícia que nos chega através do "Hoje Macau".

Na rua de S. Paulo, dois cidadãos ingleses deitaram mãos à obra (segundo os próprios, nalguns casos foi literalmente assim) e vão criar um espaço onde o jazz americano se irá juntar ao vinho português.

O projecto chama-se "Macau Soul" e pretende ter um carácter intimitista, sem desejar ser elitista.

Este novo projecto deverá abrir as portas em breve. Merecedora das maiores felicitações esta iniciativa de David e Jacky Higgins.

quinta-feira, maio 22, 2008

Mark McKinnon.

Já há quem diga que Obama será o candidato democrata nas próximas eleições para a presidência dos EUA. Tudo indica que assim será e só Hillary Clinton ainda não o percebeu, preferindo prolongar a sua própria agonia.

No entanto, eu diria mais: Obama será o futuro presidente dos EUA!

Passo a explicar: Mark McKinnon é um dos principais consultores políticos de John McCain, mas nunca escondeu a sua admiração pelo senador democrata, chegando a afirmar que abandonaria as suas actuais funções de consultor, caso Obama fosse o escolhido para representar os democratas na corrida à casa Branca.

Formalmente, Obama ainda não é candidato, mas McKinnon, apercebendo-se dessa inevitabilidade, já se demitiu das suas funções de conselheiro de McCain*...

Quando os próprios opositores do futuro candidato democrata se comportam desta forma (digna, por sinal), parece evidente que o lugar que Bush irá deixar vago já tem um novo dono à espera de entronização...

P.S.: Também Ferreira Fernandes dá conta desta situação. Aqui.

o cartel e a lei

cartel: "acordo entre várias empresas comerciais  e industriais de dado sector que tem por fim defender o monopólio em dado mercado". (in dicionário porto editora, 8. edição, 1998).

lei 16/2001: 
"artigo 21 (ainda em vigor?)
(proibição de práticas restritivas da concorrência)
1. as concessionárias exercem a sua actividade em concorrência sã e leal, com respeito pelos princípios inerentes a uma economia de mercado.
(...)
3. são proibidos os acordos e as práticas concertadas, qualquer que seja a forma que revistam, entre as concessionárias ou sociedades pertencentes aos respectivos grupos, que sejam susceptíveis de impedir, restringir ou falsear a concorrência entre as concessionárias.
(...)
5. excepto nos casos em que sejam expressamente declarados justificados por despacho do Chefe do Executivo, os acordos, decisões, práticas ou factos proibidos pelos n.os 3 e 4 são nulos."

tenho a certeza absoluta que a reunião que teve lugar ontem e de que dão conta as notícias de hoje, se enquadra no número 5, i.e., na parte do "despacho"!

o que eu vi esta madrugada

foi das melhores finais dos últimos anos.
duas grandes equipas, com grandes estrelas numa final digna desse nome.
já aqui o disse e repito: não acho o número 7 do manchester o melhor jogador do mundo. pode vir a ser. marcou um grande golo, é verdade, mas esteve apagado, muito por força do rigor táctico do sir. também se terá agarrado demasiado à bola, já a preparar as exibições no campeonato da europa. mas cumpriu bem as obrigações contratuais para com a nike, com tanto "rodriguinho" e tanto malabarismo com a bola. ah, e foi considerado o melhor jogador da final... sem comentários.
a haver um vencedor, tinha de ser o chelsea. foi a melhor equipa em campo.

destaco, pela positiva:
1. grande ambiente no estádio;
2. a atitude da equipa do chelsea na segunda parte;
3. o golo do número 7 do manchester;
4. a intensidade com que se disputou a partida;
5. a grande partida do melhor jogador em campo: carlos tevez!

pela negativa
1. o rigor táctico do sir sobretudo na linha atacante. o 7 muito encostado à linha esquerda;
2. o estado do relvado que condicionou a prestação das duas equipas. salvo erro, na primeira parte, já havia jogadores a contas com cãibras;
3. a atitude do jogador mais avançado do chelsea que obrigou o juiz da partida a expulsá-lo (foi o segundo jogador em mais de meia centena de edições, a ser expulso. o outro foi o guarda-redes do arsenal, na final contra o barcelona, há duas edições);
4. a forma como o número 7 do manchester marcou o penalty;
5. a pena de não ter visto o john terry, o grande timoneiro do chelsea, a levantar o caneco.

em relação a este último ponto, poderia acrescentar: é duro perder uma final nos penalties. e john terry fez lembrar-me um dos piores momentos da minha carreira de adepto. local: estugarda. protagonista: antónio veloso.

para o ano há mais champions... resta esperar que o agora também número 7 da selecção das quinas, esteja em grande nível no europeu.

ps - uma pequena nota curiosa: sempre que as equipas passam por macau, são campeãs da europa, vide manchester este ano e barcelona há duas edições atrás. à atenção do meu clube...

quarta-feira, maio 21, 2008

Chelsea - Manchester United

Esta madrugada, às 2.45, quem ganhará?




segunda-feira, maio 19, 2008

Aí está mais um benfiquista...


PARABÉNS AOS PAPÁS!!!

sábado, maio 17, 2008

Damage done.

Podia hoje falar do miserável acordo ortográfico. Mas não. Acho que já não vale a pena. Também podia falar do orelhas e como ele me envergonha. Mas não, também não lhe quero atribuir importância. Poderia falar do Pintinho e dos seus amigos deputados e séquito de seguidores. Mas também não vou por aí. Qualquer destas três partes merece menos que desprezo. Ainda haveria a desavergonhada entrevista de Santana Lopes ao Expresso; um certo jornalismo angolano e a sua boçalidade; a Birmânia e a Junta Militar; a China e o terramoto assassino que amainou um chorrilho de críticas; Fritzl e a “casa dos horrores”; o cigarro do PM; o “docinho” de Obama; o preço do petróleo; et cetera. Enfim, adiante, adiante, prefiro aconselhar um livro...

“I am going to tell you about the worst thing that ever happened to me. I do not really want to tell you, because it is too terrible for me to recall, but I have to tell you. It is important that you know, and I have to get it out of my heart. This thing went on for eleven-and-a-half years. Think about that. Think of the most wretched day of your life – maybe it is when somebody you loved died, or when you were badly hurt in an accident, or a day when you were so terrified you could scarcely bare it. Imagine 4,000 of those days, together in a big chunk, and you are getting close.”

Assim começa o relato verídico de Warren Fellows, um australiano que foi detido na Tailândia por tráfico de droga, em 1978. Fellows esteve preso em Bang Kwang, por muitos considerada a mais horrenda prisão do mundo. A narrativa é inquietante e pungente. Os relatos sobre os tratos recebidos na prisão e as condições em que os reclusos sobrevivem dão conta de uma desumanidade intolerável.

Não conheço o título do livro em português. Desconheço, inclusive, se estará disponível alguma versão na nossa língua. Seja como for, em inglês, francês, espanhol, ou em qualquer outro idioma, o que interessa é ler o livro. Vale bem a pena. E tem o condão de relativizar o fado de cada um de nós.


Bom FDS!

sexta-feira, maio 16, 2008

Cannes.

São muitos e para todos os gostos os filmes que mais uma vez se apresentam a concurso no Festival de Cinema de Cannes.

Nota de destaque para o novo filme de Woody Allen, "Vicky Cristina Barcelona", e para o documentário do consagrado Emir Kusturica sobre "El Pibe".

Em baixo, o trailer do quarto filme de uma saga aventureira que marcou a década de 80. Já com 66 anos, veremos se Harrison Ford ainda tem estofo para estas correrias.

quinta-feira, maio 15, 2008

Toma lá, dá cá.

Louvável e, a meu ver, acertada a intervenção de Manuel Alegre em defesa de Mário Soares, ante os vis ataques que têm sido perpetrados pelo Jornal de Angola contra o ex-Presidente. Também sou da opinião que o Estado Português não pode ficar indiferente perante esta inqualificável investida sobre o "bochechas". Mal ou bem (mais mal que bem, diga-se em abono da verdade), estão a vilipendiar o ex-PM e ex-Presidente de Portugal!

Por outro lado, esta polémica arranca-me um sorriso. Um sorriso eivado de sarcasmo, confesso. Há 33 anos atrás, Mário Soares, num assomo de imparcialidade - que lhe não era pedido, nem poderia ser aceite -, recusou-se a negociar a independência de Angola com "movimentos que não tivessem pegado em armas" (risos). A ideia era clara: excluir os inúmeros partidos de portugueses (ou descendentes de Tugas) de Angola que tinham sido fundados após o 25 de Abril de 74. Ao que se conta, Mário Soares não queria ferir a susceptível personalidade angolana. Tratou, por isso, de se demarcar dos brancos colonialistas (sendo que muitos deles não eram colonialistas e nem sequer brancos)...

Em suma, virou costas a quem devia defender, obrigou milhares a uma fuga traumática (embora possa dividir culpas com Otelo e Rosa Coutinho), ofereceu o que não era seu, carrega consigo o espectro de uma guerra fratricida, apoiou um assassino (em troca sabe-se lá do quê, embora se possa especular que a carga transportada no avião abatido pelo MPLA, em que se fazia transportar João Soares, possa ter algo que ver com tão grande amor a Savimbi) e agora vê a malta do Futungo de Belas virar-lhe as costas a ele. Tem graça, este implacável devir da vida...

Resultados da votação.

O Cristiano Ronaldo e:

Um xoninhas.
4%
2 votos

O melhor jogador do mundo.
51%
28 votos.

Uma fraude.
0%
0 votos.

O gajo que tem uma enfermeira de nome Nereida.
31%
17 votos.

O tipo que nos vai ajudar a ganhar o Euro.
15%
8 votos.

55 votos no total.

Obrigado a todos pela participação.

quarta-feira, maio 14, 2008

A bola.

Fala-se excessivamente mal do futebol. É certo que não tem a importância que muitos lhe dão, mas não tem menos do que qualquer outra manifestação desportiva ou cultural. Eu gosto da bola!

Acontece, porém, que se o futebol de per si não tem nada de mal, a verdade é que ele enferma dos vícios próprios da sociedade de que brota. E a nossa tem muitos.

O provincianismo bacoco e o culto da saloiice envenenam o futebol de tal forma, que levam a que, no seio de um desporto que deveria ser puro na sua essência, haja espaço para figuras que em qualquer outra área da nossa vida social não passariam de figuras espezinhadas, desprezadas ou presas! Só o futebol permite a estas luminárias uma atenção que de outra forma não teriam e que de todo não merecem.

Um povo que pactue com tramóias não é, de facto, um povo que deva muito à virtude. De manigância em manigância, passando por pequenas falcatruas, labora na desorganização e subvaloriza a lisura de comportamentos. E, o que é mais grave, ainda arranja tempo para encontrar na vitimização a desculpa para todos os males e faltas...

No seguimento do que vem dito, coloco aqui um texto da autoria de João Miguel Tavares, onde o jornalista, magistralmente, ridiculariza aquilo que não pode deixar de ser ridicularizado: os dirigentes da bola e os cegos seguidores desses abrutalhados...

O cronista é, as mais das vezes, um grande chato! Irrita a forma como se atira às gargantas daqueles que pretende atacar. Mas tem piada, o gajo. Vale a pena ler.

"Os clubes têm-se profissionalizado, a Liga está a fazer um esforço de transparência - mas para o futebol português a civilização ainda é um lugar distante. E por isso, toda a gente acaba por atribuir uma espécie de "desconto moral" a quem se move no mundo da bola, aceitando-se um bocadinho menos de honestidade e um bocadinho mais de baixaria. Só assim se explica que Jorge Nuno Pinto da Costa tenha sido considerado culpado de actos de corrupção pela Comissão Disciplinar da Liga de Clubes mas ninguém se tenha atrevido a questionar a sua continuidade à frente da SAD do FC Porto. Sabe-se que durante dois anos não se vai poder sentar no banco da equipa nem assinar contratos, mas propor a demissão de sua santidade para preservar a imagem do Porto seria sacrilégio digno de lapidação na praça pública.

O DN ouviu na quinta-feira Guilherme Aguiar sobre o papel que Pinto da Costa pode vir a desempenhar na SAD, e o ex-dirigente do FC Porto foi claríssimo: "Esta é uma suspensão de actividade igual às que se destinam aos jogadores quando são suspensos por um ou dois jogos. Não podem jogar, mas podem treinar." E quanto aos 50 mil euros que ele recebe mensalmente? É para pagar: "Os jogadores também continuam a receber." Ora aqui está uma bela comparação. Para Guilherme Aguiar, corromper um árbitro é assim como enfiar uma canelada num adversário, ir para a rua, e ficar uns jogos de fora. Um acidente de percurso, portanto. Uma entrada violenta, no máximo. Coisas do futebol.

Suponho que a maior parte dos sócios do Porto considere uma de duas coisas. 1) Que tudo isto não passa de uma cabala contra o líder dos dragões patrocinada pelo Benfica. 2) Que as actividades ilícitas do seu presidente são apenas mais uma manifestação de inabalável portismo. Afinal, Pinto da Costa e o FC Porto confundem- -se numa história de inegável sucesso desportivo. Mas a complacência com a corrupção é um espinho que infecta todo o futebol português. A verdade é que ninguém realmente acredita que a viciação de resultados tenha começado na época de 2003/2004. Aliás, pagar para ajudar o Porto em 2004 - para quem não se recorda, a época áurea de José Mourinho, que acabou com a conquista da Taça dos Campeões - é tão absurdo quanto Francis Obikwelu subornar um coxo para lhe conseguir ganhar numa corrida de 100 metros. Simplesmente, quando é longa e vasta a tradição de trafulhice, os maus hábitos custam a morrer. E nesse singular ecossistema chamado f utebol, ainda há quem ache que corromper é apenas uma forma - um pouco atrevida, vá lá - de manifestar o amor a um clube. Em vez de se enrolar um cachecol ao pescoço de um adepto, enrola-se uma prostituta ao pescoço de um árbitro. Faz alguma diferença? Se Pinto da Costa se mantiver à frente do FC Porto é porque, lá no fundo, no fundo, não faz."

Macau daqui a 5 anos... descubra as diferenças!!

Hoje


Daqui a 5 anos

Dica: Não, não tem a ver com a poluição que iremos ter a mais nessa altura, nem com a crescente dificuldade de estacionamento no centro da cidade nem com nenhum placard que com o zoom se consiga ver a anunciar venda de apartamentos por 100 milhões de patacas. Mas pelo menos que seja vermelho.. ;)
Abraço!!

sábado, maio 10, 2008

The joker.

Aqui fica um dos maiores êxitos musicais dos Steve Miller Band, banda que conheceu o seu auge nos anos 70.



Bom FDS e bom feriado (para a malta de Macau).

"Apito Final".

FCP perde 6 pontos e o Boavista desce de divisão. Suspensões a Pinto da Costa, João Loureiro e João Bartolomeu (que só assim conseguiu saltar para as parangonas dos jornais). Os árbitros Martins dos Santos, Augusto Duarte, Marinho Santos Silva, Jacinto Paixão, José Chilrito e Manuel Quadrado, foram igualmente suspensos.

Entretanto, o FCP já anunciou que não vai recorrer da decisão que lhe retira 6 pontos. Apenas recorrerá da decisão de suspensão de Pinto da Costa.

Acho curioso. Quando estamos conscientes da nossa inocência, é costume tudo fazermos para manter a nossa honra imaculada, levando qualquer injusta acusação ou condenação às últimas consequências.

Ora, se o FCP não recorre da perda dos pontos, das duas uma: ou os dirigentes do FCP estão conscientes que a condenação é branda, ante os factos e a culpa que com o seu silêncio claramente estão a assumir; ou aos dirigentes do FCP pouco lhes interessa o bom nome e história do clube!

Em qualquer dos casos, a instituição FCP está a ser inacreditavelmente instrumentalizada pelos seus dirigentes e para sempre vai pairar um insustentável manto de suspeição sobre o mérito das suas vitórias...


P.S.: Pinto da Costa, na senda do que sempre fez e demonstrou, parece estar muito pouco interessado em limpar a imagem do clube e prefere ironias bacocas e que só convencem a populaça. São estes os dirigentes que há 30 anos se passeiam no futebol português...

P.S.S.: O ex-amante da Carolina também disse: "Mas a honra do F.C. Porto irá ficar salvaguardada porque eu pessoalmente vou, como presidente e cidadão, recorrer". Será que o tipo está mesmo convencido que ele e o FCP são a mesma coisa?

P.S.S.S.: Para ver a opinião de um ilustre portista, cliquem aqui.

sexta-feira, maio 09, 2008

E já que se tem falado em Angola..

Para quem ainda não viu..



ou o link

(50 cent - Pavilhão da Cidadela, Luanda - Festival Internacional da Paz)

Desta é que este senhor não estava à espera de certeza absoluta..

Myanmar.


Mais de 100 mil mortos!

Os cadáveres apodrecem na rua!

Não há água potável e a habitação foi devastada!

Ainda assim, a Junta Militar que dirige o país, quiçá convicta de possuir alguma autoridade divina, impede a entrada de ajuda humanitária. Não tivessem tão bons amigos...

Uma atitude sem precedentes! Absolutamente revoltante!

P.S.: Também aqui.

quinta-feira, maio 08, 2008

Pensamento de última hora.

"Se um dia alguém o contratar para uma conferência no Hotel Alvalade, em Luanda, o músico vai chamar criminosos aos seus próprios governantes, descendentes de piratas e negreiros e que ainda hoje vivem na opulência à custa dos povos de África ou da Ásia. É tudo uma questão de dinheiro. Mas em Angola ninguém compra farsantes."

in Jornal de Angola, citado pelo jornal Expresso, ainda a propósito da polémica com Bob Geldof.


À parte comida, habitação, liberdade e dignidade para o grosso da população angolana, aqui a malta do Maca(u)quices desconhece quais as verdadeiras carências da ex-colónia portuguesa, mas há que concordar com o madié autor do texto acima: petróleo e farsantes é coisa que Angola não precisa de comprar...

O Pente.

[N.B.: Esta notícia contém imagens susceptíveis de causar choque e não deve ser visualizada por menores ou pessoas facilmente impressionáveis.]

Numa altura em que os jornais desportivos portugueses tentam desesperadamente manter a tiragem usando (e abusando) do seu alvo preferencial e mais compensador - o SLB -, o sempre bem informado Maca(u)quices teve conhecimento de lutas figadais que se vivem do outro lado da segunda circular.

Na realidade, a absurda ideia de transformar os jornais desportivos em jornais diários, obriga-os a lançar mão, até à saciedade, de notícias (polémicas ou não) que envolvam o maior clube português e o único verdadeiramente nacional - o benfica.

No entanto, há que democratizar a imprensa e dar voz aos que não raras vezes são injustamente esquecidos. O Maca(u)quices entende que há que dar oportunidade aos mais pequenos, ainda que nem sempre pelas melhores razões...

Com efeito, apesar do SCP estar prestes a fazer um brilharete, conseguindo um valoroso segundo lugar no campeonato português, com o consequente apuramento directo para a Liga dos Campeões (ou xampioñs, no dizer de José Mourinho), vivem-se momentos conturbados no balneário das jovens promessas leoninas.

Aqui fica a notícia que dá conta das diatribes que acinzentam os céus de alvalade...

quarta-feira, maio 07, 2008

Força Bob!

O BES parece que organizou uma conferência. Acontece que teve a infeliz ideia de convidar um gajo inconveniente, que tem o péssimo hábito de dizer a verdade: Bob Geldof.

Ora, os visados mostraram-se ofendidos (vá lá saber-se porquê...) e verberaram as declarações do músico. O BES, à cautela, lá decidiu fazer como o Luís Amado e baixar as calcinhas...

Que pena que o nosso país continue a pautar-se pela mediocridade. Pela minha parte, o xô Geldof ganhou mais um adepto!

P.S.: Não sei quem o poderá explicar, mas quer parecer-me que a malta angolana, já desde a palhaçada com o J. E. Agualusa, anda um tanto ou quanto obcecada com injúrias e ultrajes...

Há quem lhe chame desenvolvimento...

Economia sustentada na inexistência de espaços livres?

Promoção das relações interpessoais?

Humm... onde será isto?

E é impressão minha, ou ainda cabia mais um na carruagem do fundo?...

video

terça-feira, maio 06, 2008

Ainda a propósito do Hospital S. João...

Conta-se que as funcionárias do S. João têm beneficiado de certas e determinadas cirurgias estéticas que têm sido pagas pelo incauto contribuinte. Ora, eu não pago impostos na Tuga, pelo que não tenho por que me imiscuir nestes meandros. Ainda assim, a mero talho de foice, deixo a minha humilde opinião: caros contribuintes, regozijai!

De facto, ao invés de ficarem deprimidos a pensar que vos meteram a mão no bolso para gaúdio de uns quantos privilegiados – os maridos e namorados das moçoilas e, no caso de alguma mais libertina, dos seus vizinhos, carteiros, electricistas e estucadores de ocasião -, vejam a massa que foi gasta como um investimento público. Mais: exijam saber a identidade das ditas e passem revista às tropas! Afinal, aquilo também é vosso...

Exijam do ministério da saúde e da administração do hospital as informações pertinentes. Façam petições e manifestações, se necessário for. E uma grevezita também vinha a calhar. Assim como assim, já que se organizam greves por tudo e por nada, sempre era mais um dia sem trabalhar em nome da nobre tarefa de descobrir a identidade das receptoras das dádivas mamárias públicas.

Desde o investimento no estádio do Leiria, do Beira-Mar e de Loulé que não via dinheiro tão bem gasto. Isto sim é um país de peito feito! Impante, segue triunfante para a massificação do implante público. E ainda dizem que os portugueses só querem é “mama”. Ora aí está uma verdadeira redistribuição de rendimentos...

P.S.: Esta é mais uma excelente ideia para quem não sabe o que fazer com os chorudos valores que transbordam dos cofres da RAEM! Parece que já vejo a fila no S. Januário...

segunda-feira, maio 05, 2008

Conversa de cafe

Durante a pausa para o cafe aqui na obra, em conversa com um colega meu de outra empresa de nome Philip, chines natural de Hong Kong e que estudou em Londres, depois de ser introduzido o tema "passagem da tocha por Macau" em que ele recordou o espanto e reprovacao que sentiu especialmente nas manifestacoes em Franca e no "ataque" a portadora deficiente da tocha olimpica aproveitei a introducao do tema e perguntei: "Entao mas o que achas de toda esta situacao no Tibete?"
Resposta: "Come on!! Os Estados Unidos invadem o Afeganistao e o Iraque.. Todos voces tiveram as vossas colonias, Portugal, Inglaterra, Franca, etc.. e nos agora nao podemos te-las tambem??"

Dúvida...


Querem ver que esta menina afinal também era funcionária no S. João?...

sexta-feira, maio 02, 2008

31+1

foi sob o símbolo do "31+1" que, com toda a pompa e circunstância, alguém que nos é próximo, comemorou 32 primaveras.
tudo começou na quarta-feira, com um repasto que valeu apenas pela companhia, visto que foi para o carote, no restaurante "o galo", ali ao nape.
seguiu-se uma noite prolongada e, ontem, já com um ambiente de final de festa, um jantar de gala no clube militar, que aproveito para agradecer publicamente.
de seguida, os comensais desceram ao bar, onde discutiram problemas relevantes, sempre acompanhados de bom uísque.
fazemos votos para que a comissão organizadora dos 33, ontem oficialmente nomeada, não enjeite esforços para que, no próximo ano, se possa dizer o mesmo que se ouviu nos mentideros:
"foi bonita a festa, pá!"

ps - também disponível em podecasta