quinta-feira, julho 31, 2008

João Ubaldo Ribeiro, outra vez...

Com a devida vénia ao autor, aqui fica este texto magistral:

«Levando-se em conta nossa pitoresca realidade contemporânea, até que a quantidade de besteiras ditas e escritas sobre o controvertido aniversário do Brasil não dá para surpreender. O que chateia um pouquinho é que diversas dessas besteiras continuarão a perseguir-nos pela vida afora, algumas talvez trazendo conseqüências indesejadas. A principal delas, naturalmente, é a de que o Brasil começou em 1500, quando nem mesmo no nome isso aconteceu, posto que éramos uma ilha quando os portugueses primeiro viram as terras daqui e, durante muito tempo, o Brasil que duvidosamente existia não tinha nada a ver com o Brasil de hoje.

A impressão que se tem é que, do povo às autoridades e mesmo aos entendidos, acha-se que o Brasil já estava no mapa, com as fronteiras e características atuais, no momento em que Cabral chegou. Teria tido até um nome nativo, já proposto, pelos mais exaltados, para substituir “Brasil”: Pindorama, designação supostamente dada pelos índios ao nosso país. Não sou historiador, mas também não sou tão burro assim para acreditar que os índios tinham qualquer noção geopolítica, ou alguma idéia de que pertenciam a um “país” chamado Pindorama. Não havia qualquer país, é claro, nem sequer a palavra Pindorama devia fazer sentido para os ocupantes que os portugueses encontraram aqui, se é que ela era usada mesmo. No máximo, significaria o único mundo conhecido deles. Parece assim que os nossos índios administravam impérios e cidades como os dos maias, astecas ou incas, quando na verdade, que perdura até hoje, viviam neoliticamente e a maioria esgotava os numerais em três - era o máximo que conseguiam contar e o resto se designava como “muito”.


Como corolário disso, vem a tese de que fomos invadidos. Com perdão da formulação pouco ortodoxa da pergunta, quem fomos invadidos? Todos nós, salvante os mais ou menos 400 mil índios que sobraram por aí, somos descendentes dos invasores, inclusive os negros, que não vieram por livre e espontânea vontade, mas também não viviam aqui na época de Cabral e hoje constituem parte indissolúvel de nossa, digamos assim, identidade. Imagino que haja quem pense que, diante de uma delegação portuguesa, algum diplomata ou general índio tenha argumentado que se tratava da ocupação ilegal de um Estado soberano do Oiapoque ao Chuí e que aquilo não estava certo, cabendo talvez a intervenção das Nações Unidas.

Se a História tivesse tomado rumos um pouquinho diferentes, nossa área hoje podia estar subdividida em vários países diferentes, uns falando português, outros espanhol, outros holandês, outros francês. Do Tratado de Tordesilhas às capitanias hereditárias, aos movimentos separatistas e à ação do barão do Rio Branco, muita coisa se passou para que nos tenhamos tornado o Brasil que somos hoje. Ninguém chegou aqui e descobriu o Brasil já pronto e acabado (se é que podemos falar assim mesmo agora), isto é uma perfeita maluquice. O Brasil, é mais do que óbvio, se construiu lentamente e às vezes aos trancos e barrancos.

Compreende-se que nativos de países como o Peru, o México e outros, notadamente na América Central, se sintam invadidos. Até hoje são numerosos e discriminados, muitos nem falam espanhol e, quando aportaram os conquistadores, tinham cidades maiores do que as européias. Mas nós? Quem, com a notável exceção do amigo pataxó e da jovem senhora xavante que ora me lêem, foi aqui invadido? Vamos supor, já jogando no terreno da absoluta impossibilidade, que o chamado mundo civilizado ignorasse a existência destas terras até hoje. Teríamos aqui, não o Brasil, mas uns 4 milhões de nativos de beiço furado e pintados de urucu e jenipapo (nada contra, até porque furamos as orelhas, nos tatuamos e usamos batom, é uma questão de estilo), que não falavam as línguas uns dos outros, matavam-se entre si com alguma regularidade e cuja tecnologia não era propriamente da era informática. Brasil mesmo, nenhum.

Mas está ficando politicamente correto, suspeito eu que por motivos incorretíssimos, abraçar a tese da invasão do Brasil. “Nós fomos invadidos, fomos invadidos!”, grita em português brasileiro, a única língua que sabe, um manifestante mulato, em Porto Seguro. Será possível que não se perceba a vastidão dessa sandice? Daqui a pouco - e aí é que mora o perigo - entra na moda de vez e os resquícios das nações indígenas que ainda subsistem deverão aspirar à soberania sobre os territórios que ocupam. Como na Europa Oriental, cada etnia quererá ter seu Estado e sua autonomia, com bandeira, hino, moeda (dólar, para facilitar) e passaporte. Que beleza, forma-se-á por exemplo, depois de um plebiscito entre os índios, o Estado Ianomâmi, completamente independente e ocupando área bem maior do que muitos outros países do mundo juntos, reconhecido pelas organizações internacionais e protegido pelo grande paladino da liberdade dos povos, os Estados Unidos, que mandariam missionários e ajuda econômica e tecnológica e, dessa forma, investiriam desinteressadamente numa área tão pobre em recursos econômicos e que tão pouca cobiça desperta, como a Amazônia. E, se protestássemos, a Otan bombardearia o Viaduto do Chá, a ponte Rio-Niterói e o Elevador Lacerda, como advertência.

Cometeram-se e cometem-se crimes inomináveis contra os índios, que devem ter seus direitos assegurados. Também se cometeram e cometem crimes contra grande parte dos brasileiros não-índios, outra vergonha que precisa ser abolida. Mas isso não tem nada a ver com a tal invasão, assim como a outra série de besteiras intensamente veiculada, segundo a qual, se não houvéssemos sido colonizados pelos portugueses, estaríamos em melhor situação, assim como estão em melhor situação a antiga Guiana Inglesa, o Suriname, a Indonésia, a Nigéria, a Somália, o Sudão e um rosário interminável de ex-colônias européias, quando na verdade se trata de um caso claro de o buraco achar-se bem mais embaixo. Como é que se diz “babaquice” em tupi-guarani?»

O Besteirol dos 500 anos,
João Ubaldo Ribeiro, in O Estado de S. Paulo, 24/04/2000

P.S.: Texto retirado deste blog. Obrigado.

quarta-feira, julho 30, 2008

de faca na (outra) liga


este cartaz lançou uma enorme discussão em terras de sua majestade o rei juan carlos.
a tal ponto que a coordenadora das mulheres de valladolid (o que quer que isso seja - La Coordinadora de Mujeres de Valladolid) criticou o cartaz com que o clube de basquetebol de valladolid (baloncesto, para os castelhanos que nos lêem em todos os cantos do mundo) considerando-o "sexista".
segunda ela, a mulher que supostamente tenta cativar as suas semelhantes para um dos desportos mais populares na espanha, "mais parece uma profissional do sexo do que uma noiva!"
oh xôra coordinadora... não "habia nexexidade".

o homem que quer ser camelo



Corner's Wine Bar & Tapas Cafe


Somente no passado sábado tive oportunidade de conhecer este restaurante. Recomendo vivamente. A comida é razoável e a um preço aceitável; o atendimento igualmente bom. O bar no topo é deveras aprazível, apesar do calor que as ventoinhas existentes não conseguem aplacar.

Ideal para um jantar de sexta-feira ou sábado na companhia de amigos.

Fica na Travessa de S. Paulo e chama-se "Corner's Wine Bar & Tapas Café".

segunda-feira, julho 28, 2008

João Ubaldo Ribeiro.

"O segredo da Verdade é o seguinte: não existem fatos, só existem histórias."

in "Viva o Povo Brasileiro", de João Ubaldo Ribeiro.


Parabéns ao escritor brasileiro pela merecida conquista do Prémio Camões!

sábado, julho 26, 2008

Para rir mais...

Freitas do Amaral, um dos mais reputados especialistas de direito administrativo, elaborou um extenso parecer em que considera que as decisões do CJ são válidas, tecendo duras críticas a António Gonçalves Pereira.

O FCP já reagiu e ficámos a saber que uma decisão que lhe é desfavorável deve considerar-se "excessivamente parcial" e "não é uma opinião de quem procura encontrar a verdade". Para rir mais, é favor ver o comunicado completo do FCP aqui.

É bem feita, ó Freitas, ninguém te mandou meter com estes abrunhos da bola, pá!

Com sotaque do Brasil.

Para quem tem sentido de humor, aqui fica, com os votos de bom FDS!

Jesus chama os seus apóstolos para uma reunião de emergência, que tem como único ítem de pauta o alto consumo de drogas na Terra. Depois de muito discutir, chegam à conclusão de que a melhor maneira de combater a situação e resolvê-la definitivamente era conhecer e provar a droga eles mesmos, para depois tomar as medidas adequadas. Decide-se que uma comissão desça ao mundo e recolha diferentes drogas. Efetua-se a operação secreta e dois dias depois começam a regressar os comissários. Jesus espera à porta do céu, quando chega o primeiro servo:

-Quem é?
-Sou Paulo.
Jesus abre a porta.
-E o que trazes, Paulo?
-Trago haxixe de Marrocos.
-Muito bem, filho. Entra.
-Quem é?
-Sou Pedro.
Jesus abre a porta.
-E o que trazes, Pedro?
-Trago maconha do Brasil.
-Muito bem, filho. Entra.
-Quem é?
-Sou Tiago.
-E o que trazes, Tiago?
-Trago Lança perfume da Argentina.
-Entra.
-Quem é?
-Sou Marcos.
-E o que trazes, Marcos?
-Trago marijuana da Colômbia.
-Muito bem, filho. Entra..
-Quem é?
-Sou Mateus.
- E o que trazes, Mateus?
-Trago cocaína da Bolívia.
-Muito bem, filho. Entra
-Quem é?
- Sou João.
Jesus abre a porta e pergunta de novo:
-E tu, o que trazes, João?
-Trago crack de Nova Iorque.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou Lucas.
-E o que trazes, Lucas?
-Trago ecstasy de Amsterdam.
-Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
-Sou Judas.
-Jesus abre a porta.
-E tu, o que trazes, Judas?
- POLICIA FEDERAL!!! TODO MUNDO NA PAREDE, MÃO NA CABEÇA!!! ENCOSTA AÍ, CABELUDO!!! A CASA CAIU

sexta-feira, julho 25, 2008

FDS.

Depois desta semana de trabalho (que, em bom rigor, ainda não acabou), lembrei-me desta música:


P.S.: O xô Netinho tem cá um jeito para a dança que, a espaços, faz lembrar o José Malhoa... ;)

quarta-feira, julho 23, 2008

Jogos de tabuleiro

Ontem ao passar pela Torre de Macau e consecutivamente pelo Toy's R US deu-me para dar uma vista de olhos pela secção de jogos de tabuleiro. Acabei por comprar dois, o Pictionary e o Cluedo. Ainda me lembro bem quando há já alguns anos não havia ninguém que não tivesse destes jogos em casa. Muitas tardes e muitos serões passei à volta do monopólio, risco, trivial pursuit, pictionary, cluedo, entre muitos outros.
E ontem também, em conversa com um amigo e ao contar-lhe da minha última aquisição acabei por lembrar-me de um dos melhores jogos de tabuleiro que joguei. Tinha eu os meus 14, 15 anos quando um colega meu da Secundária numa visita a Londres o comprou. Chamava-se (e acho que ainda se chama) 221B Baker Street e tinha como objectivo desvendar um crime ocorrido em Londres à boa maneira Sherlockiana. No inicio do jogo seleccionava-se uma história escrita numa folha A5 que descrevia todo o enredo, as personagens e o crime ocorrido. A partir daí era puxar pela cabecinha, pensar como um verdadeiro Holmes e partir pela cidade em busca de pistas que ajudassem à sua resolução.
Da próxima vez que passar pela torre vou ver se este anda por lá..

no comments

"Carlos Lobo, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, doutorou-se com 17 valores e por unanimidade. A nota é considerada muito boa para a Faculdade de Direito de Lisboa.

Acontece, porém, que o júri integrava dois sócios do seu escritório de advogados, Eduardo Paz Ferreira e Luís Morais, que pertencem com Carlos Lobo à sociedade Paz Ferreira e Associados.

O caso fez com que o fiscalista Saldanha Sanches se recusasse a integrar o júri. Saldanha Sanches disse ontem ao Expresso recear que "a posição do júri seja parcial. Esta situação não é habitual na faculdade, pois até agora tem havido distanciamento".

Já o vice-reitor da Universidade de Lisboa e presidente do júri, António Vallera, afirmou que a Reitoria, quando soube da situação, perguntou ao Conselho Científico se poderiam existir incompatibilidades. "A resposta foi negativa e várias pessoas por mim contactadas disseram não haver problemas". António Vallera disse ainda que é muito pequeno o grupo de avaliadores especializados na área de doutoramento de Carlos Lobo, o que explicaria o facto de existirem dois sócios seus no júri." - in expresso.


o coelho, a lanterna e a bola de cristal

"Estou naturalmente feliz. Vencemos de forma transparente e justa um concurso que foi muito participado." disse o arquitecto que ganhou o concurso para o pavilhão de Macau na expo de 2010.
não tenho nada contra o arquitecto em causa nem contra a sua obra. as obras de arquitectura são, nalguns casos, peças de arte e, por isso, sujeitas à apreciação de cada um. 
eu, que até sou do Benfica, portanto lampião, e nasci no ano do coelho, tinha tudo para regozijar com esta vitória. mas não percebo nada de arquitectura. pior, nem um risco direito consigo fazer.
no entanto, tive oportunidade de ver outros projectos. e sei que arquitectos de renome, responsáveis no passado por edifícios importantes da nossa terra de adopção, também participaram. infelizmente, nem nos etecéteras (menções honrosas) figuraram. mas, das duas uma: ou, como eu, não percebem nada de arquitectura, ou não mereceram.
este foi sem dúvida um concurso em que o vencedor mereceu e em que o júri, ao contrário de outros concursos, foi mesmo transparente. ninguém, absolutamente ninguém, antes da entrega das propostas sabia quem iria sair vencedor. nem mesmo quem, àcerca desta matéria, enviou uma mensagem de correio electrónico há quase mês e meio a perguntar: "olha lá, conheces o...".
viva o campeão do oriente com a porta do céu do sul que separa os deuses e seres humanos!

segunda-feira, julho 21, 2008

Serviço Público.

Atento às complexas questões dos nossos dias, este blogue vem mais uma vez demonstrar todo o seu pendor erudito e abrilhantar a sua função de dar-ao-público-aquilo-que-o-público-deseja.

Com efeito, urge comunicar que a revista Playboy, sempre na vanguarda e numa clara demonstração de adaptação aos tempos modernos, decidiu lançar uma votação online para eleger a blogger mais sexy do planeta.

Fiel aos seus princípios de apurada ética - que têm sido, aliás, acaloradamente aplaudidos pelas mais fervorosas feministas d'aquém e d'além mar-, a revista de Hugh Hefner irá convidar a vencedora a despir-se de preconceitos, mostrando dotes ocultos em apimentada sessão fotográfica.

Quem quiser votar nas candidatas, poderá fazê-lo aqui.

Boa semana!

sábado, julho 19, 2008

vicky cristina barcelona

woody allen está de regresso e, claro, a sua musa scarlett johansson também, acompanhada de javier bardem, penélope cruz e rebecca hall. 
elenco de luxo, numa sala de cinema perto de si (isto se estiver nos eua ou na europa porque, aqui no burgo, não há salas de qualidade).
em todo o caso, podemos sempre tentar a prateleira das lojas da zona económica especial vizinha.

aqui fica o trailer da película rodada em Barcelona o que, por si só, justifica uma vista de olhos!


Wildebeest.

Todos os anos, entre o Quénia e a Tanzânia, é possível assistir à “Wildebeest Migration”. Ou seja, todos os anos milhares de Gnus (animal vernaculamente conhecido por “Boi-cavalo”, expressão que é comum a muitos humanos que por aí andam) migram entre o Quénia e a Tanzânia. Este espectáculo magnífico, que pode ser visionado no filme abaixo, está fortemente ameaçado, uma vez que a situação política no Quénia tem permitido a multiplicação de caçadores furtivos em Masai Mara.

E, enquanto isso, enquanto os corruptos governos africanos continuam a brincar aos governantes responsáveis com o beneplácito dos governos ocidentais, a fauna africana vai-se aproximando da extinção...

sexta-feira, julho 18, 2008

Mandela.

Nelson Rolihlahla Mandela.

Foi uma das maiores bandeiras anti-apartheid e um dos principais responsáveis pelo ruir do regime segregacionista Sul-Africano.

Obviamente, sobre a legitimidade da sua luta nada posso apontar, mas os meios de que lançou mão e aqueles que ponderou utilizar não abonam em seu favor (neste aspecto, muito o separa do incontornável Mahatma Gandhi).

Algumas polémicas têm tentado ensombrar a sua imagem de político imaculado, especialmente a sua conivência (nos últimos anos) com o regime assassino de Mugabe e a sua indesmentível ligação à indústria dos diamantes (nomeadamente, a sua fraterna amizade com os titulares dos mais altos cargos da "De Beers").

Esteve detido em "Robben Island" durante 27 anos. Em 1993, foi laureado com o Nobel da Paz (juntamente com Frederik de Klerk). Teve o indiscutível mérito de, enquanto presidente da RAS, ter procurado reconciliar a nação com o seu passado e, acima de tudo, de ter procurado lançar as bases de um desenvolvimento próspero, sustentado e muilti-racial. A ver se os seus seguidores merecem o seu esforço...

Faz hoje 90 anos...

Parabéns!

P.S.: Já que estou em maré de repetições, devo confessar que este texto foi escrito e postado o ano passado, quando Mandela completou 89 primaveras. Em geral, mantenho a mesma opinião sobre este símbolo vivo de África.

Para o Santiago, um homem do Ribatejo

Cristiano Ronaldo

Muitos artigos de opinião tenho lido que apontam no sentido de o talento do Cristiano Ronaldo para jogar à bola ser inversamente proporcional à inteligência do mesmo.
Mas sempre lhe dei o benfício da dúvida, parecia ser bom rapaz, brincalhão e mulherengo, apensar dos ares cada vez mais abichanados com que se foi apresentando, apesar dos exebicionismos infantis no campo de jogo e fora dele, apesar das madeixas, apesar dos aneis & demais adereços femininos com que se apresenta azaejado.
As últimas notícias que li na imprensa sobre o fedelho madeirense foram, porém, a gota de água: então não é que a Paris Hilton passou uma noite inteirinha numa discoteca de NY a dançar em frente ao gajo, bêbada que nem um cacho, toda descascada e a pedir fruta, e o gandessíssimo animal - depois de gastar mais de 150 mil patacas em copos com o irmão e cunhado - negou fogo e recolheu ao hotel com o rabinho entre as pernas?

Censura.

Este anúncio que vos deixo foi censurado na Tugalândia.

Colocam-se aqui duas questões: a censura e o polémico tema que está subjacente ao anúncio. Que vos parece?

P.S.: Obrigado pelo email, JFS!

video

SLB 2008/2009

Deveria ser esta a equipa do SLB para a época que se avizinha:

GR: Quim, Moreira e o ex-júnior cujo nome não recordo.
DD: Nélson e (re)comprar o João Pereira.
Centrais: Luisão, David Luiz, Edcarlos e Miguel Vítor.
DE: Leo e J. Ribeiro.
MD: Petit, Katsouranis, Yebda e R. Amorim.
MO: Aimar, C. Martins e N. Assis.
AD: Balboa e mais um a comprar.
AC: Cardozo, N. Gomes, Mantorras e Makukula.
AE: Di Maria e F. Adu.

26 jogadores, 13 portugueses.

Equipa-tipo: Quim, J. Pereira, Luisão, D. Luiz, Leo, Petit, Katsouranis (C. Martins), Aimar, Balboa, Di Maria, Cardozo.

P.S.: E deveriam ser 28 jogadores, pois o F. Coentrão e o A. Carvalhas deveriam ter ficado no plantel.

quinta-feira, julho 17, 2008

Blade Runner.

Oscar Pistorius é um corredor sul-africano. Uma particularidade: não tem nenhuma das pernas e corre com próteses feitas em fita de carbono. Apesar da deficiência, Pistorius deseja participar nos próximos JO.

Acontece que o Comité Olímpico Internacional (COI) considera que as suas próteses lhe conferem vantagem sobre os demais atletas. Entre outras, alegam os puristas da competição que o batoteiro do Pistorius tem vantagem na partida das provas (parece que as próteses funcionam como propulsores aquando do arranque). Mas há mais: os membros do COI já terão porventura reparado que o gajo nunca teve sequer lesões nos tornozelos, o trapaceiro? Raio do aleijadinho que já quer brincar com os corredores a sério, hã! O que vale é que podemos contar com o COI para lhe dar o correctivo que se impõe!

Ou não... De facto, o atleta recorreu da decisão do COI e, em Maio de 2008, o Tribunal de Arbitragem Desportiva autorizou-o a competir nos Jogos Olímpicos de Pequim. Lá vêm estes gajos com a historieta do ideal olímpico...

Repare-se ainda que, apesar das notórias vantagens que possuí alguém que se vê obrigado a correr com próteses (e que tanto têm exasperado os membros do COI), o atleta ainda não conseguiu a marca mínima para participar nos JO de Pequim e que são fixadas pela Federação Internacional de Atletismo. Deve estar a fazer de propósito! Está masé a guardar os trunfos até à última, a ver se engana a concorrência! Para além de aleijadinho é um gozão, o madraço!

Em conclusão, eu diria que se Pistorius não conseguir a marca mínima que lhe permita estar em Pequim, os ideais olímpicos ficarão irremediavelmente arruinados. Resta-lhe menos de um mês para salvar a face do COI, porque ele, Pistorius, há muito que nobremente revitalizou os ideais que deveriam subjazer a toda a prática desportiva: desde o momento em que decidiu lutar, não só contra os limites da sua condição, como, principalmente, contra a estupidez humana...

FF, outra vez.

No DN, Ferreira Fernandes escreveu hoje este artigo de antologia...

"Esta semana, o editorial do Avante! chamou "fóssil" a um cronista do DN que escreveu sobre a libertação de Ingrid Betancourt. Como o cronista só está referido por escrever "aos domingos" e por ser aquele o tema, fóssil posso ser eu ou Alberto Gonçalves. Não interessa muito quem é, mas a ironia: sobre as FARC e Ingrid Betancourt, o Avante! chamou fóssil a alguém. Para o PCP de Miguel Urbano Rodrigues, o bardo das FARC, fóssil é o outro - o cronista domingueiro do DN. Não receando dizer corda em casa de enforcado, o PCP ousou, no seu Avante!, escrever "fóssil." O partido que ainda não sabe que a URSS acabou chamou "fóssil" a alguém. O partido que gaba a Coreia do Norte apontou o dedo: "Fóssil!" Mas talvez não tenha havido intenção de maldizer, para o Avante! ser fóssil é uma segunda natureza. Não sei o que dirá Alberto Gonçalves disto, eu suspiro de alívio. O PCP chamar-me "fóssil"? Com a mesma lógica, mas pior, seria a Scarlett Johansson ter dito que eu tenho umas belas mamas."

Descubra a diferença..

Torres
Artur Jorge

Carlos Queirós

Professor Nelo Vingada

Humberto Coelho

Oliveirinha

Murtosa

Felipão

Queirós 2008

Estou finalmente confiante que agora sim iremos conquistar um grande titulo internacional de selecções.. Finalmente temos um Seleccionador sem bigode, pelo menos daqueles que me lembro dos últimos 20 anos. E por falar em bigode, agora que conseguimos afastar uma das duas razões que nos impediam de atingir o sucesso relembro a segunda, em tudo idêntica à primeira. Senão vejamos..
Ambos fazem comichão, ambos ocupam espaços a maior parte das vezes muito mais agradáveis sem os mesmos, ambos acumulam sujidade e sobre ambos muitas vezes muita gente pergunta: "Mas o que é que ele ainda está ali a fazer?!?".
Por isso, juntem-se a mim neste coro.. Para o sucesso, depois de uma Selecção SEM bigode queremos agora uma Selecção SEM MADAIL.

quarta-feira, julho 16, 2008

RAP, no jornal "A Bola", de domingo.

UMA característica engraçada das palavras é o facto de possuírem um significado mais ou menos exacto. Por exemplo, ninguém dirá: "O Cristiano Ronaldo é um alguidar", porque não há nada que permita identificar o Cristiano Ronaldo com um alguidar. No entanto, é possível dizer: "O Cristiano Ronaldo é um escravo", porque aparentemente, e a fazer fé no presidente da FIFA, existem motivos para considerar que a situação que Ronaldo vive no Manchester é semelhante a escravatura. Vejamos: há menos de um ano e meio, Cristiano Ronaldo assinou, de livre vontade, um contrato com o Manchester United. O clube ficou obrigado a pagar-lhe, nos cinco anos seguintes, cerca de 600 mil euros por mês. De facto, esta história é tão parecida com a do livro "A Cabana do Pai Tomás" que eu até fico com pele de galinha.

A verdade é que os sinais da vida de escravatura de Cristiano Ronaldo estavam à vista de todos. Sepp Blatter limitou-se a verbalizar o que todos devíamos ter percebido. Repare o leitor: o jogador passou parte das suas curtas férias (a generalidade dos escravos tinha férias bastante mais extensas) num iate. Enquanto a mãe e a namorada apanhavam banhos de sol no convés, o miúdo estava, evidentemente, no porão, a remar. Cristiano deu uma volta pelo Mediterrâneo? Deu. Mas saiu-lhe do pêlo. É assim que o rapaz ganha aquele cabedal. Fica tão robusto que, quando tira a camisola, mal se notam as marcas das chicotadas que lhe dão em Old Trafford.

Miguel Sousa Tavares escreveu esta semana que está farto de rir com o sucedido no Conselho de Justiça da Federação. Disse ele que aquilo que mais o diverte é o facto de aqueles que desprezavam o CJ lhe darem agora toda a credibilidade. Vejam como o sentido de humor das pessoas varia. Para mim, o mais engraçado é o facto de aqueles que davam toda a credibilidade ao CJ agora o desprezarem. São feitios. Eu vi com muito prazer a entrevista de Pinto da Costa à SIC (para mim, é sempre tranquilizador ver Pinto da Costa na televisão, na medida em que fico com a certeza de que, pelo menos naqueles minutos, ele não está em casa a receber árbitros) e ainda me lembro dos elogios ao CJ, que tinha rectificado de forma irrepreensível a acção do dr. João Leal, e que certamente iria considerar as opiniões de dez ou vinte juristas cujo currículo indicava que tinham estudado direito mesmo muito afincadamente. Como o CJ decidiu de outra maneira, passou de grupo de sábios a coio de bandidos. Não me digam que não tem graça.

No entanto, não me custa reconhecer que é possível que eu ache piada à situação por simples ignorância. Talvez seja justo confessar que eu não percebo nada de direito. É, aliás, um dos muitos assuntos dos quais eu não percebo nada. E por isso é óbvio que me faltam conhecimentos para compreender as decisões do departamento jurídico da SAD do Porto. Por um lado, não recorrem de decisões que os prejudicam e desonram; por outro, dizem que as escutas não provam nada, e por isso não os prejudicam nem desonram, mas ainda assim desejam a todo o custo anulá-las. Escuso de dizer que também acho graça a isto.

Outro grande cultor da língua portuguesa é Almiro Ferreira. Se o leitor não conhece o nome deste émulo de Camilo, terei todo o gosto em corrigir essa injustiça. Almiro Ferreira é o autor da notícia mais interessante do Jornal de Notícias da passada sexta-feira, merecidamente chamada para a primeira página com o título "Benfica e Guimarães em conluio na UEFA contra o FC Porto". Cá estamos de novo confrontados com o significado das palavras, em mais um encontro feliz do futebol com a semântica. Não precisamos da ajuda do velho Morais para saber que um conluio é uma maquinação, uma trama, uma conjura, uma conspiração. Um acordo para praticar um mau feito. Uma combinação para fraudar um terceiro. Em que consiste este conluio? Almiro Ferreira informa: "Advogados diferentes, separados por milhares de quilómetros (…) conseguiram esse feito de telepatia que foi transmitir ao TAS, em documentos diferentes, textos, redigidos em inglês, iguaizinhos do princípio ao fim." O texto em causa é a tradução das deliberações do CJ. Ao que Almiro Ferreira apurou, Benfica e Guimarães conluiaram-se contra o Porto. Como? Apresentando uma tradução errónea das deliberações do CJ? Incluindo na tradução duas ou três deliberações dos julgamentos de Nuremberga, atribuindo a responsabilidade dos factos a Pinto da Costa? Acrescentando à tradução supostas considerações de Pinto da Costa sobre as progenitoras dos juízes do TAS? Não, muito pior do que isso: apresentaram a mesma tradução. Facto que, evidentemente, prejudica o Porto. Como, não sei. Mas prejudica. Provavelmente porque, de acordo com o rigoroso relato jornalístico de Almiro Ferreira, isento de opiniões ou ironias, e estritamente factual, o fizeram por telepatia.

É, portanto, mais um verbete para o cada vez mais volumoso e interessante Dicionário do Futebol Português: receber árbitros em casa nas vésperas dos jogos é convívio; apresentar nas instâncias próprias a mesma tradução do mesmo documento é conluio.

terça-feira, julho 15, 2008

Tem piada, sim senhor.

Miguel Sousa Tavares continua, hoje, n’A Bola, a sua senda de justiceiro, defensor dos pobres e oprimidos.

Esta espécie de áspide azul-e-branca da ribeira, a meu ver, perde completamente a objectividade quando o assunto é um desporto que é dirigido por um decrépito senhor feudal e meia-dúzia de pajens comedores de fruta para dormir.

No entanto, nesta sua última crónica semanal, MST até tem piada! Não é que resolveu escrever sobre desportivismo (risos)...

Cartoon.


Este "cartoon" está a levantar enorme celeuma nos EUA. Como se pode ver, Obama e esposa aparecem caricaturados de terroristas e uma bandeira americana arde na lareira.

Que vos parece? Esta "liberdade criativa" é aceitável?

Se o ilustre caricaturista queria ser um gajo corajoso, tinha era desenhado Ahmadinejad...

load "" ENTER

pegando na deixa tecnológica do k e na possibilidade de poder viajar de bruxelas a sidney em menos de 5 horas, lembrei-me do zx spectrum 48k.
não foi com este que me iniciei nas lides informáticas - um vizinho tinha a versão anterior, o 16k - mas foi este o meu (e do meu irmão) primeiro computador.
era, à altura, um dos mais avançados (!) computadores deste tamanho!
nos dias que correm 48 k é o tamanho de um documento word de uma página com tamanho de letra, vá lá, 10.
para carregar jogos era necessário um leitor de cassetes que também era usado para ouvirmos música; muitas vezes, depois do famoso "load "" ENTER", estava o jogo, normalmente o matchday, quase a entrar e, sabe-se lá por que bulas, pifava, obrigando-nos a reiniciar todo o processo.
o som das cassetes, comparável ao que ainda hoje se ouve sair de algumas máquinas de fax, carrega alguma nostalgia.
o teclado é basicamente o mesmo. "q", "a", "o", "p" e "m" eram utilizados para as necessidades simples de um colosso do software como era o matchday.
isto se a opção não fosse a de dois jogadores. numa geringonça daquele tamanho, era preciso ter ginástica de dedos.
deixo-vos com um derby desses tempos, entre o ritman rovers e o clark p r, equipas dos criadores desta verdadeira relíquia.

A2


"The vehicle is intended to have about 20,000 km range and good subsonic and supersonic fuel efficiency, thus avoiding the problems inherent in earlier supersonic aircraft. The top speed is projected to be Mach 5+. It calls for the use of liquid hydrogen as a fuel, which has twice the specific energy of kerosene, and can be used to cool the vehicle and the air entering the engines via a precooler.
The developers say it would be able fly from Brussels to Sydney in about 4.6 hours. The cost of a ticket is intended to be roughly business class level."

“Our work shows that it is possible technically; now it's up to the world to decide if it wants it."

— Alan Bond, managing director of Reaction Engines Limited (in Wikipedia)



EU QUERO!!! E porque é que me lembrei disto agora? Porque era fixe que eles tivessem isto pronto para a semana para assim, se por cá estivesse a chover mais uma vez durante o fim de semana eu poder pegar num destes e ir tomar uma cafezada à antiga Mistral na Praia de Carcavelos... Não sei.. Assim de repente parece-me uma boa ideia..

sábado, julho 12, 2008

Recordam-se?

Espadinha diz que recordar é viver...

Na quinta-feira, em cavaqueira de almoço com a RF, o DG e o AP, veio à baila um programa infanto-juvenil que atravessou gerações: os “Marretas”.

Através destes bonecos, somos transportados para uma época em que as séries para a juventude ofereciam um didactismo que se tornou incomum nos dias de hoje.

As personagens da série serão inesquecíveis. No meu caso, sempre nutri um carinho especial por Statler e Waldorf, dois velhos que pouco mais faziam que criticar tudo e todos com uma acidez hilariante. Ao fim e ao cabo, eram apenas uma versão internacionalizada e em duplicado do nosso velho do restelo.

E quem não se recorda do genérico da série? Uma música que nos será sempre familiar e ao som da qual vos deixo agora.


Bom FDS!

sexta-feira, julho 11, 2008

a expansão do maca(u)quices

depois do tugamacaunoeuro, e aceite o repto da posta infra, eis que surgiram mais dois maca(u)quices:



o projecto inicial de Xô Vici, cresce a blogues vistos!

bom fds

marinho pinta a manta

pode não gostar-se do estilo. eu não gosto.
mas para quem viu a entrevista do bastonário da ordem dos advogados de portugal, fica a nítida sensação de que o homem diz o que muitos pensam...

humores contemporâneos

Escravatura moderna.

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, apelida de “escravatura moderna” o facto de um jogador que ganha 100 mil euros mensais (por hipótese) ser obrigado a respeitar um contrato de trabalho de 3/4 anos com o clube com o qual livremente celebrou tal acordo. Fiquei preocupado com este raciocínio, porque dele discordo completamente.

Depois, Cristiano Ronaldo veio afirmar que concorda inteiramente com o presidente da FIFA. Fiquei obviamente mais descansado. Se tivesse a mesma opinião do CR é que era preocupante...

pielorússia arbitral

um árbitro do campeonato da bielorússia apanhou uma valente piela antes da partida e foi retirado "em ombros" das quatro-linhas.

em portugal, os nossos apitadores, só não se movimentam dessa forma porque os chocolotes e fruta não embebedam.

ah, e ainda não é interdito aos presidentes, sei lá, assim de repente, da fpf, ou do cj da fpf, desempenharem os cargos livres de uma boa pinga...

à atenção dos olegários da nossa praça.

ps - o resultado final foi um empate a uma bola... mas penalties não devem ter faltado.

quinta-feira, julho 10, 2008

Robot...

A mulher está na cama com um amigo e de repente ouve o barulho da chave na fechadura. Fica nervosa, principalmente, porque nos apartamentos modernos não há espaço debaixo da cama, estão a 20 andares de altura, não há armários e, de repente, ela diz ao amante:

- Querido, fica tranquilo e faz tudo o que eu disser. Fica ali de pé, como se fosses um robot, sem pestanejar.

O marido entra:

- Olá amorzinho! Olha, anteciparam o voo e eu cheguei um dia antes... mas... quem é esse tipo e que merda está aqui a fazer nu, aí plantado?

A mulher sorri e responde:

- Como me tens abandonado com essas viagens e reuniões, resolvi comprar este 'robot escravo sexual modelo RTSEX-2007'. Vem, aproxima-te... toca-o... Tem pele de verdade; é arrefecido a água; gasta pouco, processador de 256 bites, ligação GPRS à Internet, actualizações automáticas, etc, etc...
- Mas, amor... Havia necessidade disso?
- E o que querias? Que me enrolasse com algum vizinho ou com o porteiro do prédio?
- Está bem, deixa-te de parvoíces e vamos para a cama - disse ele.

A mulher, que já estava cansada, responde:

- Ai, fofinho, é que... me dói a cabeça e além do mais eu estou naqueles dias...
- Que má sorte a minha. Então, porque não vais arranjar qualquer coisa para eu comer?

A mulher sai do quarto e vai para a cozinha. O marido, que ficou a sós com o suposto 'robot', olhando-o diz:

- Se este invento é bom para a minha mulher, também vai servir para mim.

E então, puxa-o pelo braço, atira-o para cima da cama, põe-o de quatro e quando está a ponto de partir para os finalmente, o robot diz nervosamente e com a voz mais metálica e robótica que consegue:

- 'ERRO! ERRO DE SISTEMA, ENTRADA INCORRECTA! ERRO! ERRO DE SISTEMA, ENTRADA INCORRECTA'.

O marido mira-o de alto a baixo, sobe as calças e diz:

- Que se lixe a merda do robot moderno. Vou atirá-lo agora mesmo pela janela fora...

O amante, assustado ao lembrar-se dos 20 andares do prédio,grita com a mesma voz metálica:

- SISTEMA ACTUALIZADO! DOWNLOAD DE SOFTWARE COMPLETO! POR FAVOR, TENTE DE NOVO!

a lusitânia em força nos jogos olímpicos


foi com enorme alegria que li, há umas semanas atrás, a notícia de que o cavaleiro Daniel Pinto vinha aos jogos olímpicos.
perguntam, mas porquê?
respondo:
1. já tive o prazer de privar com ele à cause de um grande amigo comum. será a oportunidade de revê-lo, alguns anos depois;
2. o "minhoca" (como é carinhosamente tratado), montando o n-galopin de la font, o irmão, Carlos Pinto, com o notavel puy du fou, e o Miguel Ralão Duarte (curiosamente irmão do meu eterno treinador de horseball), com o oxalis da meia lua, participarão, para além da competição individual, por equipas, o que não acontece desde 1952, em helsínquia.  
3. irão todos montar cavalos de raça lusitana o que é o culminar de um longo caminho... honra seja feita à APSL. quando me iniciei nestas lides, há coisa de 30 anos (mais mês, menos mês*), o lusitano servia, salvo raras excepções, para as touradas (nem todos) e para um passeio à feira da Golegã!

para além dos três equídeos da nossa selecção, vão também marcar presença os seguintes cavalos de raça puro sangue lusitano:
pelo brasil
o nilo v.o., o samba e o oceano do top.
pela austrália
relâmpago do retiro.

à atenção dos estimados visitantes e amigos: se já valia a pena dar um saltinho a hong kong nessa altura... agora não pode perder-se a oportunidade de estar presente em mais um grande evento. e, porque não, levar uma bandeira portuguesa que, pelo menos nesta modalidade, não temos um madaíl! 


*não tenho por aqui fotos desse tempo, mas deixo-vos uma de há 20, tirada em Évora.

Quanto vale um blog?

No site "business-opportunities" dá para fazer uma avaliação que vale o que vale do valor monetário do blog de cada um... Segue-se o resultado do MACA(U)QUICES..


My blog is worth $4,516.32.
How much is your blog worth?

Xô VICI, se alguma vez precisares de dinheiro, já sabes.. ;)

desculpem, só mais uma sobre ténis



daqui do outro lado da cidade*, lanço o repto ao Xô Vici:
agora que tomámos o gosto pelos grandes eventos, que tal de 9 a 16 de novembro darmos um salto a xangai (ou shanghai) para o masters?
pode não ser os dias todos, mas só alguns.
vai lá estar o Roger, o Rafa, o Novak e tantos outros...


*sim! a avenida da amizade é longe daquela com nome de ex-presidente do nosso país, e até nem é onde mora o Xô Vici, e como é tão longe, há quase um mês que não o vejo!

quarta-feira, julho 09, 2008

mezzachiuso

à atenção de quem por boa comida italiana se interessa:
no próximo dia 18 de julho vai fechar o restaurante mezzaluna, para mim, e sei que para o claudio caniggia também, um dos melhores restaurantes de macau.
não sei se é para sempre - :) - mas atendendo ao fecho do embassy bar (verdadeiro local de culto que, apesar de tudo, muita falta faz à noite macaense) há dois anos atrás, não será motivo de espanto que sejam abertas mais umas lojas de marcas famosas que, aliás, quem passa por lá sabe que estão sempre cheias... de artigos para vender!

Até jazzzz!!


terça-feira, julho 08, 2008

vesperino!

já em exibição!

Não empurrem...

O licor "Amarula" (17% de álcool), tão consumido na África meridional, é destilado da "marula". Assim que caí da "maruleira", esta deliciosa fruta naturalmente começa o seu processo de fermentação. E não há animal que resista... ;)

video

Madaíl e o CJ.

Madaíl diz-se consternado com as últimas que nos chegam do Conselho de Justiça da Federação (rectius, CJ). Parece que anda para lá uma grande falta de coerência e transparência. Não sei porquê!...

O Boavista esteve para descer à segunda liga do futebol português por alegada prática de corrupção. No entanto, afinal já não vai descer. Pelo menos, até à próxima reunião do CJ...

Ora, nada mais coerente: se o Belenenses inscreveu um jogador, pagou pela sua inscrição, utilizou o jogador meia-dúzia de minutos e no entanto viu-se privado de 6 pontos e, consequentemente, impedido de aceder às competições europeias (e não consta sequer que tenha visto de volta o dinheiro que pagou); se o FCP foi condenado por tentativa de corrupção (não recorreu!) e foram-lhe subtraídos os mesmos 6 pontos; não vejo por que é que deveria ser diferente com o Boavista.

Aliás, coerência, coerência era promover os do Bessa a um lugar europeu! Isto bem feitinho lá nos bastidores (como de costume), até podia ter dado numa troca directa com o Belenenses...

Consternados, ó Madaíl, andamos nós, os adeptos da bola, que ainda temos esperança que haja umas quantas demissões já este ano! Mas, lá está, isso não seria coerente da vossa parte. E se há coisa que nós adeptos da bola não queremos é que o xô Madaíl e amigos percam a face...

segunda-feira, julho 07, 2008

Mais uma do ténis.

Já aqui se felicitou Nadal pela sua vitória. E merece bem todos os encómios. Um jogador possante e que, depois de não concretizar dois match points, mostrou ter uns nervos só comparáveis à sua disponibilidade física. Fez, na minha opinião, o melhor jogo da sua já bastante vitoriosa carreira.

Mas, do outro lado, estava o melhor jogador de sempre da história do ténis! Teve diversas falhas, mas sempre que conseguiu pôr em campo o que sabe, elevou o ténis à sua mais sublime expressão. Depois de Edberg, nunca ninguém jogou este desporto com tal classe!

Ontem, quando entrevistado por McKenroe, Federer afirmou que tinha acabado de ter a sua mais penosa derrota da carreira...

Sempre entendi que um verdadeiro campeão também se vê na hora da derrota. Ninguém, à excepção de Sampras, venceu tanto como Federer. Estou inclusive convencido que o suíço irá ultrapassar Sampras já no próximo ano. Esta madrugada, vimos Federer perder. Porém, só “o” verdadeiro campeão perde com a carga dramática e com a dignidade com que o número um mundial o fez!

E, para o ano, quando recuperar o título que lhe pertence, Federer há-de perceber que nenhum vencedor fica para a história só por causa das vitórias.

Nós, o público, agradecemos jogos como o de ontem!

Para quem não viu, aqui fica: no 4 set, Nadal faz um passing shot notável. E fica a um ponto (no seu serviço) de ganhar o jogo. Vejam a resposta de Federer.

o caminho ínvio de um enviado

aqui há uns anos atrás, um árbitro da nossa praça disse qualquer coisa como isto "desde que vi um porco a andar de bicicleta, (penso que em santarém) já nada me espanta". acho que esse árbitro ainda não tinha visto tudo...
quando leio num jornal, qualquer que ele seja (desde que em língua que compreenda), que um dos seus colaboradores é "o enviado especial" a um qualquer evento, penso de imediato que essa pessoa está no evento.
quando na página onde é escrita a crónica (por vezes com ideias copiadas das agências noticiosas) está escrito "com o apoio de...", maior é a minha convicção.
ora, estava enganado! aliás, sinto-me enganado! afinal não é bem assim...

6-4 6-4 6-7 6-7 9-7

Ja passavam das 4 da manhã (4:15 hora de Macau) quando o jogo terminou. Depois de uma maratona de quase 7 horas com duas paragens devido à chuva pelo meio, Nadal terminou com o reinado de 5 anos de Roger Federer no Grand Slam do "All England Lawn Tennis and Croquet Club" e tornou-se no terceiro jogador (obrigado santiago) a vencer Roland Garros e Wimbledon no mesmo ano e o segundo espanhol a consegui-lo depois de Manolo Santana em 1966. Federer continua como número 1, como um dos maiores jogadores de todos os tempos mas no presente finalmente realmente ameaçado por este jogador de 22 anos nascido em Mallorca. Daquilo que vi (adormeci algures a meio do segundo set, acordei a tempo de ver quase todo o terceiro, escapou-me o quarto e vi o final do quinto) Nadal mereceu inteiramente esta vitória. Adoptou uma postura bastante agressiva (como aliás costuma adoptar quase sempre) desde o início do encontro e tentou sempre colocar Federer em posições e terrenos de jogo menos habituais. 2008 continua a provar ser o ano de "nuestros hermanos" depois da vitória da Selecção Espanhola de Futebol no Euro 2008. E nós também nisto tentarmos aprender qualquer coisinha com os nossos vizinhos?? Naaaa... Don't think so..

Rafael Nadal Parera


começou ontem e acabou já esta madrugada um dos melhores jogos de ténis de sempre.
aconteceu história no All England Lawn Tennis and Croquet Club.
depois de dois sets em que Rafa ganhou pelo mesmo parcial, 6-4, assistimos a uma recuperação sensacional do melhor jogador do mundo, um tal de Roger Federer, que conseguiu igualar a 2 sets, também pelo mesmo parcial, 7-6, após dois tie-breaks onde Rafa dispôs de dois Championship's points.
quando se esperava que Federer conseguisse facilmente ganhar a negra, eis que o sobrinho do ex-central do Barcelona, depois de 6-6, consegue quebrar o serviço e vencer por 9-7!
quem não teve oportunidade de ver em directo, tente a transmissão em diferido de uma peça da história do desporto mundial, épico!
como a selecção de futebol, e com apenas dois anos de diferença, um espanhol conseguiu ganhar o mais importante torneio da modalidade, acabando com o reinado de Federer na relva. 5 vitórias seguidas, o que igualou um dos meus ídolos de infância: Bjorn Borg. curioso o facto de Nadal ter sido o primeiro tenista a conseguir também igualar a façanha do sueco, que já contava 28 anos (só mais 6 que a idade do Nadal), ganhando Roland Garros e Wimbledon na mesma época
a lenda Roger continuará como número 1. irá a agora lenda Rafa Nadal chegar ao topo?

sexta-feira, julho 04, 2008

Os iluminados do costume...

A esquerda portuguesa, de tão patética, só dá vontade de rir. Ou de chorar...


"COLÔMBIA MAIS DISTANTE DA PAZ
Três mercenários estado-unidenses, 11 polícias & militares e um membro da classe dominante colombiana foram recuperados dia 2 pelo governo narco-militarista de Uribe. Daquilo que já se sabe deste episódio verifica-se:
1) Seguindo o diktat bushiano, Uribe continua a rejeitar a solução política do conflito – que deveria ter início com uma troca humanitária de prisioneiros, como propõe as FARC-EP.
2) O governo uribiano-bushiano não hesitou em por em risco a vida dos retidos.
3) Os retidos foram mantidos em boa saúde – poderá o Estado colombiano dizer o mesmo daqueles que mantem nas suas masmorras?
4) Regimes repressivos & fascistas muitas vezes obtêm êxitos em operações de comandos, como mostra a história de Israel e da Alemanha hitleriana – mas isso não leva à paz com justiça social. 5) O alarido mediático dos media corporativos volta-se selectivamente para os membros da classe dominante – mas nunca mencionam os sofrimentos dos oprimidos, como os milhões de camponeses colombianos expoliados das suas terras ou as centenas de guerrilheiros das FARC-EP que padecem nas prisões uribistas.
6) A operação ardilosa do dia 2, infelizmente, pôs a Colômbia mais distante da paz."

E que tal sequestrar o(a) autor(a) desta palermice? Ou mandá-lo(a) de férias à Sibéria?

4 de Julho.


Hoje, os norte-americanos comemoram o dia em que se libertaram do jugo colonialista britânico. Foi em 1776, com a ratificação da "Declaração da Independência dos Estados Unidos".

É, por isso, dia de festa para Obama, Bush, Jenna Jameson e afins... Macau não é excepção e a "amaricanada" que por cá anda desfaz-se em esforços para organizar festas comemorativas. Bons festejos!

quinta-feira, julho 03, 2008

Great Debaters e Charles Lynch.


Recentemente, tive oportunidade de ver um filme que vos aconselho agora. Chama-se "Great Debaters" e conta com a participação de Denzel Washington e Forrest Whitaker.

O filme remete-nos para os anos 30 e para uma época de grande tensão racial nos EUA. A determinada altura, fala-se de Charles Lynch, a quem são creditadas estas palavras...

"Gentlemen, I greet you here on the bank of the James River in the year of our Lord one thousand seven hundred and twelve. First, I shall thank you, the gentlemen of the Colony of Virginia, for bringing me here. I am here to help you solve some of your problems with slaves. Your invitation reached me on my modest plantation in the West Indies where I have experimented with some of the newest and still the oldest methods of control of slaves. Ancient Rome would envy us if my program were implemented. As our boat sailed south on the James River, named for our illustrious King, whose version of the Bible we cherish. I saw enough to know that your problem is not unique. While Rome used cords of woods as crosses for standing human bodies along its highways in great numbers you are here using the tree and the rope on occasion.

I caught the whiff of a dead slave hanging from a tree a couple of miles back. You are not only losing a valuable stock by hangings, you are having uprisings, slaves are running away, your crops are sometimes left in the fields too long for maximum profit, you suffer occasional fires, your animals are killed. Gentlemen, you know what your problems are: I do not need to elaborate. I am not here to enumerate your problems, I am here to introduce you to a method of solving them. In my bag here, I have a fool proof method for controlling your Black slaves. I guarantee everyone of you that if installed correctly it will control the slaves for at least 300 hundred years. My method is simple. Any member of your family or your overseer can use it.

I have outlined a number of differences among the slaves: and I take these differences and make them bigger. I use fear, distrust, and envy for control purposes. These methods have worked on my modest plantation in the West Indies and it will work throughout the South. Take this simple little list of differences, and think about them. On top of my list is "Age", but it is there only because it starts with an "A": the second is "Color" or shade, there is intelligence, size, sex, size of plantations, status on plantation, attitude of owners, whether the slave live in the valley, on hill, East, West, North, South, have fine hair, coarse hair, or is tall or short. Now that you have a list of differences. I shall give you an outline of action-but before that I shall assure you that distrust is stronger than trust and envy is stronger than adulation, respect, or admiration.

The Black slave after receiving this indoctrination shall carry on and will become self re-fueling and self generating for hundreds of years, maybe thousands. Don't forget you must pitch the old Black male vs. the young Black male, and the young Black male against the old Black male. You must use the dark skin slaves vs. the light skin slaves and the light skin slaves vs. the dark skin slaves. You must use the female vs. the male, and the male vs. the female. You must also have your white servants and overseers distrust all Blacks, but it is necessary that your slaves trust and depend on us. They must love, respect and trust only us. Gentlemen, these kits are your keys to control. Use them. Have your wives and children use them, never miss an opportunity. If used intensely for one year, the slaves themselves will remain perpetually distrustful. Thank you, gentlemen."

Inacreditável...

quarta-feira, julho 02, 2008

Telemóveis.

Continuem a usar o telemóvel por tudo e por nada...

infelizmente, não é para rir

mugabe no seu pior...


Apostas?

Roger Federer SUI (1)
v
Mario Ancic CRO


Marat Safin RUS
v
Feliciano Lopez ESP (31)


Rainer Schuettler GER
v
Arnaud Clement FRA


Andy Murray GBR (12)
v
Rafael Nadal ESP (2)

terça-feira, julho 01, 2008

É só clicar.

Arquitectura dinâmica

Projecto de Moscovo

Projecto do Dubai

Para quem ainda não conhece este projecto parece-me interessante dar uma vista de olhos no site http://www.dynamicarchitecture.net/home.html.
"...terá 80 andares e 420 metros de altura. A área média de cada apartamento ronda os 120 metros quadrados. Por seu lado, as vilas, com 1.200 metros quadrados, contam com um espaço adicional para o estacionamento de um automóvel."
"Cada andar da torre giratória roda de maneira independente assim surgindo um edifício que pode mudar de forma constantemente. Esta característica revolucionária define, por sí, um modelo de arquitectura no mínimo invulgar."
"Ecológico e independente em termos energéticos, conseguindo auto-abastecer-se através de turbinas eólicas ajustadas entre cada andar, o futuro edifício do Dubai será o primeiro arranha-céus a ser totalmente construído a partir de peças pré-fabricadas, das quais resultará uma economia calculada em cerca de 20 por cento."
"O edifício combina movimento, energia verde e novos métodos de trabalho de construção, o que poderá contribuir para a mudança de conceitos e hábitos na arquitectura, abrindo portas a uma nova era onde se pode falar de uma noção de "casa dinâmica"." (in DN Online)
A ideia de um estacionamento no piso do apartamento desde já parece-me muito bem. A preocupação ambiental e a economia no valor final de construção parece-me ter tudo a ver com Macau (?!) por isso pergunto Sr. Fischer, para quando um projecto aqui entre a malta??

José Chagas.

Um funcionário da agência funerária está trabalhando à noite, para examinar corpos antes destes serem sepultados ou cremados. Examina um corpo, identificado como José Chagas, que está pronto para ser cremado, e descobre que o defunto tem o maior pênis que ele já viu na vida.

"Desculpe, Sr. Chagas..." Pensa o funcionário. "... Mas não posso mandá-lo para o crematório com essa coisa enorme. Ela tem que ser conservada para a posteridade! " Com um bisturi, remove o pênis do morto, guarda-o num frasco e vai para casa. A primeira pessoa a quem ele mostra a monstruosidade é sua mulher.

"Tenho algo incrível para te mostrar, querida. Nem vais acreditar! " Depois, abre o frasco e... Ao ver o conteúdo, a sua mulher grita estarrecida:

"Oh, meu Deus !!!!! O Chagas morreu ?!?!?"

Moral da História: JAMAIS FAÇA O QUE NÃO LHE PEDIRAM; JAMAIS LEVE TRABALHO PRA CASA!